segunda-feira, 18 de abril de 2016

Estudar é uma busca da Verdade | A Vida de Estudos do Homem [3]

Ser homem não significa ser um gorila irracional, e o Oficina do Homem é feito para que, entre outros motivos, mais homens saiam desse tipo de pensamento mesquinho e cresçam. Para homens que querem buscar a verdade sobre a sua vida e sobre o mundo a sua volta, começamos a série "a vida de estudos do homem", com dicas semanais de estudos.

Tenha sempre em mente que estudar é buscar algo específico. O objeto dessa busca tem sido ignorado com frequência, mas ele é o único sentido possível dessa ação. Esse objeto é a Verdade. Muitos têm usado os próprios estudos para conseguir outras coisas bem mais superficiais. Um homem de estudos deve estar atento para não cair no mesmo erro.


1. Alguns desvios possíveis

Estudar é buscar a Verdade, mesmo que haja uma intenção determinada. Você pode querer conhecer algo sobre uma profissão que quer praticar, por exemplo, e isso é válido. Mas existem motivações para o estudo que fogem dessa busca. Entre elas, listo 5 principais. 

No seu caminho de busca pelo conhecimento, você pode se desviar para esses motivos. É necessário, portanto, tê-los em mente para reconhecer esses desvios e voltar à busca correta. Caso contrário, você só será capaz de chegar à mentira, ilusão e confusão.

Não estude para:
  • Ser aceito - Estudar para ganhar aceitação em um grupo limita seu aprendizado a alguns conhecimentos (ou pseudo-conhecimentos); que só te satisfarão quando puderem impressionar alguém. Além disso, esse desvio pode te fazer reafirmar cegamente as idéias de um grupo, o que é alienação.
  • Conseguir argumentos para discussões - Essa é uma forte tentação para quem toma posição dentro de uma "polêmica". A verdade é que estudar para discussões é determinar seus estudos para um lado ou outro. Você estaria lendo e buscando somente informações, tendendo a aceitar as que você concorda e rejeitar as que você discorda. Esse é uma maneira de fugir da realidade.
  • Reforçar uma opinião - Se você tem uma opinião formada sobre algo mas se sente inseguro dela, estude com sinceridade para atingir a verdade sobre a questão, não selecionando aquilo que você já acha confortável aceitar.
  • Justificar as próprias escolhas - Nossas escolhas podem moldar a forma como aceitamos as coisas. Ao decidir por algo, você pode tender a concordar com aquilo que esteja de acordo sua decisão. Fuja dessa tendência e esteja pronto para reformular-se para a Verdade, ao invés de formular uma verdade para si.
  •  Sentir-se superior  - Estudar eleva. Essa elevação pode nos fazer enxergar os outros como inferiores, o que nos dá uma confortável sensação de superioridade. Essa sensação, em geral, é falsa e emburrece. Apesar de haver mérito no conhecimento, isso não nos faz maiores e melhores que a humanidade. Na verdade nós deveríamos nos comparar a outros homens de estudos para medir nossa pequenez, ao invés de contar nossos pontos de elevação para nos sentirmos importantes. Só o reconhecimento das nossas ignorâncias e burrices pode nos levar ao conhecimento e elevação verdadeiros.

2. Mas a Verdade existe mesmo?

Há quem não acredite na Verdade como algo absoluto. Se fosse assim, o que moveria seus estudos, além de uma construção de teorias relativas com fins sociais ou puramente emocionais? Para essas pessoas, não há outra resposta senão a do filósofo Roger Scruton:

"O homem que diz que a verdade não existe está pedindo para que você não acredite nele. Então, não acredite"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem vindo!