quinta-feira, 2 de abril de 2015

3 dribles para você treinar e parecer o Ronaldinho Gaúcho


"Futebol não é pra mim. É muito fácil!"
Nunca fui bom jogador de futebol como o Super-homem. Não é que eu não goste, eu só nunca joguei tanto quanto o resto dos garotos do Brasil, que, bem sabemos, treinam desde que começam a andar. Foi um amigo meu que, por caridade, me ensinou as técnicas para chutar, defender e driblar. Nessa época eu já tinha 14 anos e deixei de ser um zero a esquerda para me tornar um razoável perna de pau que às vezes jogava bonito. Já era o suficiente para me divertir bastante.

Muitos homens tem uma história parecida, e nas oportunidades de jogar bola (que nunca deixam de aparecer) preferem não passar vergonha. Se você é uma dessas pessoas, ou simplesmente tem interesse em aprender técnicas de futebol, acompanhe estas 3 dicas de dibres dribles para você treinar e jogar bonito no fim de semana.



1. Drible da Vaca


A idéia deste drible é se aproveitar de um momento de vulnerabilidade do oponente para adiantar a bola sem que ele tenha reação, e, por fim, contorná-lo para recuperar a posse já dentro de sua defesa. 

O treino:
  1.  Se você não estiver treinando com alguém, coloque um obstáculo fixo na quadra.
  2. Avance em direção ao obstáculo. O drible em um jogador real deve ser feito no momento em que ele parar na sua frente.
  3. Chute com a parte de fora do pé, lançando a bola para o lado e para frente. Não chute com força de mais, nem de menos. A força deve ser suficiente para que você corra e recupere a bola por trás do oponente.
  4. Corra aceleradamente pelo outro lado e recupere a bola.

2. O  Elástico

Atenção para o bigode másculo  do Rivelino.


O elástico foi criado pelo jogador Roberto Rivelino, campeão da Copa no México em 1970. Apesar de complexo, pode se tornar fácil e natural quando bem treinado. O pé dominante engana o oponente, como se fosse tocar a bola para o lado, mas com um movimento rápido chuta para o lado oposto. É como um chute estilizado para o lado oposto ao do pé dominante.

O treino:
  1. Coloque a bola alinhada ao ombro do lado da sua perna dominante, estando as suas pernas abertas e seus joelhos dobrados. 
  2. Leve a bola para o lado com a parte de fora do pé dominante. Sua outra perna deve estar fixa e aberta.
  3. No momento em que sua perna estiver se aproximando de sua posição aberta original, puxe seu pé para trás, rolando a bola, passe por trás dela, e domine com a parte de dentro do pé novamente. Isso fará um movimento de "levar e trazer". 
  4. Treine o item 3 quantas vezes for necessário para que esse movimento se torne natural para você. Aumente a velocidade o quanto puder.
  5. Use um obstáculo ou oponente para treinar o elástico em movimento. Parado ou andando, abra as pernas na posição do item 1 e execute o drible.
  6. Quando puxar a bola para si novamente, faça com que passe o adversário pelo outro lado, recupere a posse e avance. Você também pode fazer o elástico para chutar com mais força para algum jogador do seu time que está por trás do oponente.

3. Girar com a Bola


Não faço idéia do "nome correto" desse drible, mas ele é basicamente puxar com os dois pés por cima da bola enquanto seu corpo gira.

O treino:
  1. Quando se aproximar de um oponente ou obstáculo, pule do chão, puxando a bola com o pé dominante, girando o corpo até ficar de costas para onde vai avançar. Não permita que a bola continue rolando.
  2. Pouse o pé dominante no chão e use o outro para puxar a bola rapidamente, agora fazendo com que ela role na direção que você quer.
  3. Gire o corpo, fazendo a proteção da bola, de costas para o adversário, e recupere a posse.
  4. Treine muito para usar os pés no tempo correto enquanto pula e gira, sem pisar na bola e cair no chão.

Agora você pode fazer o feijão com arroz de um atacante ou se preparar para os dribles, se jogar como um zagueiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem vindo!